Zaratustra A Revelação

Descoberta.

O menino, apoiando-se em um galho seco...

( Esses galhos secos e mancos dos portais que se dizem os bambambãs em buscas aqui na net...sim esse mesmo que você penspu o Go-Grandão.)

Continuando não sei, depois deste desabafo. se o Go-Bocão vai mostrar...🙋🙋 (é nóis pra nóis memo)


De repente surge por de trás de uma grande árvore, um outro ancião, chamado "Zaratustra" que em alta voz, e bom tom, abordou (o menino salvo da guerra por Nietzsche.)

Descobriu?

Sim, sim descobri, existe mesmo...

Descobriu o quê? Perguntou o ancião "Zaratustra"

Relação... Respondeu o menino, agora também ancião.

Descobri a interligação da lucidez e a loucura, a relatividade entre o ilusório e a verdade.
Olhe aqui, Zaratustra, fácil perceber, sim veja, percebes?
Apontando seu dedo enrugado ao tronco seco, parecendo sem vida ao lado do caminho.

Confiante bradava o menino, agora já anciã, admirado com as formigas cruzando a trilha dos caminhantes.
Venha, veja isso, "Zaratustra".

"A travessia jamais poderá ser feita individualmente."


Percebes Senhor Zaratustra?

"Todos, todos, todos nós, juntos chegaremos a outra margem."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nietzsche - Os valorosos Medíocres.

O Viciado Nietzsche

A Mulher